Aumento da energia elétrica: como se prevenir e obter melhores ganhos

Aumento da energia elétrica: como se prevenir e obter melhores ganhos

Entenda quais são as causas do aumento da energia elétrica e conheça opções para sua empresa reduzir seus custos 

Os baixos índices de chuva causaram, em 2021, a maior crise hídrica já vivenciada pelos brasileiros, segundo o Ministério de Minas e Energia, impactando diretamente nas tarifas e preços, com o aumento da energia elétrica. Dessa forma, as empresas precisaram buscar alternativas para mitigar esses aumentos de custos. 

Em complemento, o Operador Nacional de Energia Elétrica (ONS) constatou que os reservatórios mais afetados foram o do Sudeste e do Centro-Oeste, responsáveis por aproximadamente 70% de toda a energia armazenada no país, tendo que aumentar muito a geração termelétrica para atender às demandas dos consumidores e evitar o completo esvaziamento dos reservatórios das usinas hidrelétricas. 

Por isso, os consumidores do Ambiente Regulado de Energia tiveram que arcar com os custos da Bandeira Tarifária da Crise Hídrica. 

O papel da  bandeiras tarifárias no aumento da energia elétrica

Para suportar os custos da geração termelétrica, quando essas usinas são acionadas para atender ao mercado consumidor, desde 2015, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) utiliza a aplicação de bandeiras tarifárias, ocasionando, dessa forma, o aumento das despesas com energia elétrica.

Elas têm duas finalidades: alertar aos consumidores que os custos de produção de energia estão mais altos, estimulando a redução do consumo e arrecadar os recursos necessários para pagar as usinas termelétricas, afinal, são fontes de geração de energia com custos de produção mais elevados. 

Dependendo das usinas termelétricas que são acionadas, pode ser cobrado a Bandeira Amarela, a Vermelha Patamar 1, Vermelha Patamar 2 ou, algumas vezes, a da Crise Hídrica. 

De junho de 2021 até abril deste ano, o país conviveu com a aplicação da Bandeira Vermelha Patamar 2 e a Bandeira Crise Hídrica, gerando, por isso, cobranças adicionais nas contas de todos os consumidores do mercado regulado. 

Os consumidores do Mercado Livre não pagam as Bandeiras Tarifárias. No entanto, se precisarem comprar energia – no curto prazo ou no longo prazo, serão afetados pelo aumento dos preços da energia elétrica negociados no mercado, pagando valores próximos ao custo de geração.

Como reduzir os impactos do aumento da energia elétrica

Para reduzir o impacto dessa situação, algumas medidas são possíveis:

Reduzir o consumo de energia

Em épocas de custos elevados, a principal medida a ser adotada é a redução do consumo. Isso porque, no nosso dia-a-dia, desperdiçamos muita energia mesmo sem perceber, como uma sala com luzes acesas e ninguém a ocupando, um equipamento ligado sem nenhuma finalidade, uma escada rolante ligada sem transportar qualquer pessoa, entre outros.

Também é indicado trocar um equipamento existente por outro mais eficiente, como por exemplo, um equipamento de ar condicionado antigo por outro com tecnologia inverter. Pode-se listar inúmeras medidas aqui de eficiência energética que podem ser adotadas para reduzir as despesas. São de fácil aplicação, mas requerem elevada disciplina, determinação e, muitas vezes, investimentos.

Migrar unidades consumidoras para o mercado livre 

Os preços de energia no mercado livre são negociados para vários anos. Dessa forma, mesmo em momentos de aumento da energia elétrica, é possível negociar contratos competitivos. Também, pode-se utilizar sobras ou flexibilidades de contratos existentes. De maneira geral, evitar o pagamento das bandeiras tarifárias pode gerar economias importantes. 

Monitorar o mercado e escolher o momento adequado para compra de energia

Os preços de energia não sobem de um dia para outro. Portanto, apresentam uma tendência que está ligada diretamente a vários fatores, como balanço de oferta e demanda, nível de energia natural afluente, nível dos reservatórios, entre outros. Também é possível obter preciosas informações a partir do acompanhamento da evolução dos preços de mercado. 

Todos esses dados podem ser acompanhados periodicamente e sua leitura nos dará indicações de bons momentos para a compra e oportunidades para migração para o mercado livre. 

Renegociar contratos caros

No mercado livre, é sempre possível renegociar os contratos de compra e venda de energia, mesmo nos momentos de aumento da energia elétrica. Esta é uma oportunidade a ser explorada, embora seja preciso um bom conhecimento de mercado para executar negociações favoráveis.

Saiba mais: Mercado Cativo x Mercado Livre de Energia: Entenda as diferenças

Vantagens do Mercado Livre de Energia

No Mercado Livre de Energia, os preços são negociados diretamente com as geradoras e comercializadoras de energia. Portanto, essas negociações nos permitem construir flexibilidades que podem ser usadas a favor dos consumidores em casos de aumento da energia elétrica.

Leia também: Como escolher fornecedores de energia?

O Mercado Livre de Energia também é sinônimo de economia devido à possibilidade de escolher os fornecedores que oferecem o melhor custo-benefício. Dessa forma, o consumidor não fica refém do aumento da energia elétrica adotado pela distribuidora regional, como ocorre no Mercado Cativo.

Conte com uma consultoria especializada no mercado de energia

Para explorar todos os benefícios do Mercado Livre de Energia, não errar na escolha dos fornecedores e reduzir os danos causados pelo aumento da energia elétrica, é importante que todo o processo de migração e gerenciamento energético da empresa seja acompanhado por uma consultoria especializada em energia livre.

Clique aqui para conferir qual é o papel da gestora de energia

A Replace é uma consultoria independente, que atua há mais de 30 anos no mercado energético, oferecendo economia, flexibilidade e poder de escolha aos clientes. O foco da Replace sempre foi e sempre será obter o melhor custo-benefício para os consumidores livres, sem conflitos de interesse durante as negociações.

Quer saber mais sobre os benefícios do Mercado Livre de Energia e receber as melhores dicas para se prevenir do aumento da energia elétrica? Converse agora mesmo com nossos consultores e peça uma avaliação de viabilidade!

Conheça nossas estratégias para reduzir seus gastos de energia. Fale com um especialista!

Veja também

Preencha o formulário para receber novidades e otimizar seus gastos de energia!


Temos um leque de possibilidades para você!