Nos Estados Unidos, os investimentos em energia eólica offshore devem atingir US$ 78 bilhões nos próximos anos, igualando os previstos para os combustíveis fósseis. Instabilidade no setor petrolífero aumenta interesse em fontes energéticas alternativas e atrai empresas como Shell e Equinor.

Segundo o Departamento de Energia (DOE), há 28 projetos de eólicas offshore em fase de planejamento, principalmente na costa leste, do estado do Massachusetts à Virginia. Há também 15 licenças comerciais para a exploração de eólicas offshore, com potencial para gerar aproximadamente 25 GW.

A energia eólica onshore ou offshore vem se tornando a principal escolha para geração energética nos Estados Unidos. Atualmente, o setor tem capacidade para abastecer 32 milhões de residências. É também a maior fonte renovável no país, responsável por 7% da rede nacional.

Há anos a Europa vem ocupando o primeiro lugar como líder mundial em geração de eólica offshore, enquanto os EUA priorizavam as usinas onshore. Segundo a WindEurope, a capacidade das nações europeias em eólicas offshore é de 22 gigawatts, com 4 mil usinas instaladas nos litorais de 11 países.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/deutschewelle/2020/07/11/energia-eolica-offshore-cada-vez-mais-em-alta-nos-eua.htm

logo-replace